27/03/2017

Aldo Arantes: Por que o voto em lista?



Voto em listaVoto em lista
Determinadas personalidades que se colocaram, de forma frontal, contra o fim do financiamento empresarial hoje constatam que não há condições para alterar tal decisão. Isto porque a ampla maioria da sociedade percebeu que aí está uma das causas da corrução eleitoral e da constituição de um parlamento distante das aspirações da maioria da sociedade. 

25/03/2017

Hinos da Repressão + Até Marx era fichado no DOPS



Resultado de imagem para ditadura midiatico penal
Sob o comando de Sérigo Fleury sic Moro, estamos voltando...aos velhos tempos do "atestado ideológico" que pensávamos superado...,..o que aonteceu para que chegássemos a este ponto: termos ingorado a nossa própria história
?????

Até Marx era fichado no DOPS

Arquivos do órgão repressor mais temido da ditadura militar guardam informações curiosas, mas também são fonte importante para se conhecer mais a respeito de períodos sombrios da história do Brasil

Por Mouzar Benedito

Dops, hoje algo distante, coisa do passado, era a sigla do temido Departamento de Ordem Política e Social, que existia em vários estados brasileiros. Em São Paulo, foi fundado em 1924 e extinto no início de 1983. Nesse período, teve vários nomes, foi delegacia, superintendência e finalmente a sigla foi mudada para Deops – Departamento Estadual de Ordem Política e Social, que perdurou até o seu final e é o nome oficial que aparece nos seus arquivos. Mas a “marca” Dops é que ficou na história. Uma história de repressão, espionagem interna, medo, prisão, tortura e mortes. Basta lembrar que Sérgio Paranhos Fleury, que teve a fama de ser o mais sanguinário e cruel entre os policiais de São Paulo durante a ditadura, era delegado do Dops.


Segue link para texto na íntegra

http://jornalggn.com.br/blog/jose-carlos-lima/hinos-da-repressao-ate-marx-era-fichado-no-dops



22/03/2017

Moro decide quem é e quem não é jornalista, por PHA




Antes de tudo, assista a este video sobre o desmonte do estado social brasileiro

http://www.ocafezinho.com/2017/03/22/o-golpe-e-um-processo-continuo/

Sobre a perseguição ao blogueiro Eduardo Guimarães:

Para tomarmos pé da situação precisamos fazer o mutirão da perseguição aos blogs independentes, e ai veremos que este caso não é isolado, pelo contrário, vem de longa data, e tem como objetivo manter o monopólio da informação nas mãos de poucas familias e sem mexer no BV da Globo....

21/03/2017

A Carne Fraca e o Estado de Exceção



ONU pede calma em meio a mortes conflituosas em distúrbios na RDC
Esses moleques mimados - Dalanhol, Moro, Moscardi e demais - a titulo de combater a corrupção, estão destruindo nosso querido Brasil, esse boys representantes de interesses americanos tem atuado como politiqueiros penais em busca de holofotes da Globo nestes últimos 3 anos. Esses moleques já deram prejuizo de quantos bilhões de reais ao povo brasileiro? No ramo da industria do petróleo e gás, no final da Lava Jato o  prejuizo  poderá se aproximar de 13% do PIB, a Carne Fraca dará outra garfada no PIB, de forma que de garfada em garfada, esse pais se transformará num grande Congo, com grupos de mercenários disputando sabe-se lá o que: é o que terá restado desse etado de loucura desencadedo pelo conluio midiático-penal que tinha como plano destruir a nossa economia para dar o golpe de Estado que neste 17 de abril faz 1 ano...

18/03/2017

FRIBOI: O alvo é o Brasil



Leonardo Stoppa: interesses dos Eua na derrubada dos frigoríficos brasileiros

http://jornalggn.com.br/noticia/leonardo-stoppa-interesse-dos-eua-na-derrubada-dos-frigorificos-brasileiros

A República de Curitiba prepara-se para destruir outro setor da economia

http://jornalggn.com.br/noticia/a-republica-do-parana-prepara-se-para-destruir-outro-setor-economico

Nassif: Xadrez para entender a operação Carne Fraca

http://jornalggn.com.br/noticia/xadrez-para-entender-a-operacao-carne-fraca

Video: Almirante Othon fala sobre projetos de defesa

http://jornalggn.com.br/blog/jose-carlos-lima/confissoes-bombasticas-do-almirante-othon-pinheiro-heroi-nacional-perseguido-pela-lava-jato

Nassif: a Carne Fraca e o reino dos imbecis

http://jornalggn.com.br/noticia/a-carne-fraca-e-o-reino-dos-imbecis




Por que Lindenberg é candidato a Presidente do PT




Aécio tem conta fantasma até em Cingapura!



Da coluna Expresso, de Murilo Ramos, na Época de 18/III:
O Campeão - A lista de Janot é generosa com o presidente do PSDB, senador Aécio Neves: ele é o político de destaque com maior número de pedidos de investigação. O depoimento de Henrique Valladares, ex-executivo da Odebrecht, é devastador para o tucano. Valladares disse que Aécio recebeu propina numa conta secreta em Cingapura em nome de um amigo. O mesmo Valladares diz que Aécio tinha esquema com Dimas Toledo, ex-dirigente de Furnas

16/03/2017

Cada golpe tem sua "Marcha da família com Deus pela liberdade" que merece ou: pela instituição do Poder Verbalizador


Uma nova ordem mundial ou, todos os paises por si sós, deveriam acrescentar um quarto poder à governança: o poder verbalizador, há séculos exercido de forma criminosa e anti-povo pela midia comercial. De fato a midia exerce papel importante na governança e nos destinos dos povos, mas isso tem passado batido e, de forma sorrateira e despercebida, provocado guerras,  destruido o meio ambiente a partir de apoio e falta de denúncia contra  agronegociante e empresas assassinas com  Monsanto, bem como desmontado paises como estão fazendo com o Brasil.

Por Mariana Novaes, no El Pais

A ‘dancinha do impeachment’ [criada pelo grupo de extrema direita "Consciência Patriótica] que enlouquece a internet
Manifestantes 'tiram o pé do chão' pela saída de Dilma, mas os internautas não perdoam

He-Man e Pikachu entram na dança anti-PT. Escolha seu ritmo preferido

Manifestantes dançando o 'Fora Dilma'.
Manifestantes do "Consciência Patriótica" dançando o Fora Dilma

Era um protesto, mas a internet não perdoa. Um vídeo em que manifestantes uniformizados e com as caras pintadas pedem a saída da presidenta Dilma Rousseff enquanto dançam passinhos coreografados em uma rua de Fortaleza, no Ceará, virou a piada da semana nas redes sociais do Brasil, com o Dançando Fora Dilma, e provocou uma chuva de paródias na internet.
Segue link para  o post na íntegra
Isso também: para dar o golpe de Estado a troupe golpista usou o mesmo da época da Guerra Fria: o combate ao "comunismo".

Computação gráfica e dançarinos

ReproduçãoDireito de imagemREPRODUCAO
Image captionGrupo publicou um passo a passo da dança para que possa ser replicada neste domingo
Rebouças conta que, a partir de então, recebeu no perfil do Consciência Patriótica no Facebook mensagens de outros grupos semelhantes. "Começaram a dizer que iam fazer a dança também e que queriam um vídeo com a coreografia completa para ensaiar” diz.
Segue link para texto na íntegra



Golpe parlamentar e sufocamento de empresas nacionais: o caso da Coreia do Sul, por Marco Aurélio Cabral Pinto

Assim como no Paraguai (Lugo) e no Brasil (Dilma), a alta corte coreana deve ratificar o impedimento da presidente Park Geun-hye. 

Representantes de banqueiros foram nomeados para conduzir a política econômica, em claro antagonismo com as políticas de investimento público em infraestrutura, bandeira de Geun-hye. 

 A Coreia do Sul experimentou extraordinária trajetória de industrialização com autonomia tecnológica nos últimos 60 anos. Tendo a industrialização como estratégia, transformou-se, de nação primário-exportadora, em país com importância geopolítica regional. Causa e consequência do “milagre” coreano, grupos familiares nacionais encontram-se no controle dos grandes conglomerados. 

Assim como ocorreu com grupos da construção civil pesada no Brasil, os conglomerados coreanos se mantiveram prudentemente nas mãos de elite convergente com projeto para o território e seu povo. Desde 1997, auge da crise financeira na península, a Samsung optou por elevado autofinanciamento, aumentando-se a independência financeira do conglomerado. Há também histórico de firme apoio do Estado coreano às políticas expansionistas empresariais.

14/03/2017

Xadrez do TSE, Temer e os bodes expiatórios

A nossa prá lá de ignara, golpista e eternamente corrupta burguesia, que só rouba no atacado, na casa do bilhão de reais e por isso impune, fez com Dilma exatamente o contrário do que faz hoje :
Primeiro, a imprensa soltou um conjunto de reportagens tentando construir um clima de pessimismo e agitação popular. Depois, martelou-se na tecla que o Congresso teria que impichar Dilma para resolver a crise política e econômica.
Pois é, a crise criada pela troupe golpista, incluida aqui a Lava Jato com sua estrela guia, o facínora Sérgio Moro desaguou num golpe de Estado ainda em andamento, ou seja, novinho, faz aniversário de 1 ano no próximo mês..,..,.ainda falta prender Lula como parte do plano lesa-pátria.....ainda falta suspender as eleições de 2018 para evitar o retorno de Lula como foram suspensas as de 1965 para impedir o retorno de JK....,...ainda resta  emplacar o novo Castelo Branco.
O golpe de 2016 segue o mesmo script do de 1964, com a diferença de que naquele ano o front golpista usava verde-oliva e agora usa camisa negras: depois da derrocada do pais que era para ter sido e no entanto foi golpeado, veremos a reedição de slogans como Brasil, Ame-o ou Deixe-o. Já vimos este filme.
Segue ótimo artigo de Luis Nassif, no GGN:

13/03/2017

Da confraternização do historiador Leandro Karnal com o facínora Sérgio Moro

Resultado de imagem para facinora sergio moro e leandro karnal

A captcha me impede cometar no post original então vai aqui

Facínora: diz-se de ou indivíduo que executa um crime com crueldade ou perversidade acentuada.
Caro Leandro Karnal, não dá mesmo para compactuar com uma pessoa da estirpe de Sérgio Moro, de forma que só tenho a lamentar que seu nome será imediatamente associado a prisão ilegal e injusta de Lula que, é claro, dadas as circunstância de um processo de exceção, deverá ocorrer. Sinto muito, mas não foi apenas um gesto de um historiador para com um  juiz de direita, partidarizado e sim  confraternização com um facínora,....não há outro adjetivo para classificar Moro senão o de facínora, veja só a que ponto chegou o facínora Sérgio Moro:

10/03/2017

Estrutura e superestrutura nos dias atuais e a ignorância como o grande mal




O grande mal é a ignorância que torna as pessoas presas fáceis da ideologia de uma classe secularmente anti-povo, rapineira e corrupta.

De boba a burguesia nacional só tem mesmo o jeitão caipira do Alckmin e, agora, do  "apartidário" Dória o "João Trabalhador": o controle ideológico das massas veio com tudo com o golpe de Estado de Abril de 2016 ...a Globo não está dando mole e comete a desfaçatez de produzir, em tempo real, o filme PF a Lei é Para Todos (pausa para risos), roteirizado pelo casal Moro,  em que Lula é o vilão: nesta semana a senhora Moro com ar de aristocrata dos trópicos falou bobagens na Golpe News e adiantou a condenação de Lula pelo marido por conta de uma história sem pé nem cabeça como a do sítio de Atibaia...tudo isso entra na conta da relação entre o povão acredita no Judiciário, Instituição na qual a população tende a acreditar porque, em sua santa ingenuidade, a vê como neutra ou técnica...tão neutra como a tal   "Escola sem Partido",  outra forma de controle ideológico das massas.

Sergio Moro, um juiz de exceção


Advogada de Sergio Moro zomba da justiça, ao antecipar a decisão de juiz: diz que Moro vai sentenciar o sítio em Atibaia como “propriedade” de Lula.
***
Tribunal decide não julgar Moro por vazar grampo ilegal de conversa entre Lula e Dilma
Juiz que divulgou conteúdo de grampo ilegal a que foi submetida a presidenta da República não responderá por seu ato. Advogados de Lula irão recorrer
Publicado em 09/03/2017 TWITTER FACEBOOK
Desembargadores do TRF-4 ignoram divulgação de grampo ilegal e se recusam a julgar Sérgio Moro
Em julgamento nesta quinta-feira (9) em Porto Alegre, o Tribunal Regional Federal da 4º Região decidiu não aceitar queixa-crime da família Lula da Silva contra o juiz federal Sérgio Moro, que, em março do ano passado, divulgou conversas entre Lula e Dilma Rousseff que foram gravadas por meio de um grampo ilegal efetuado pela Polícia Federal. À época, o próprio Moro reconheceu o “erro”, mas minimizou sua gravidade, relativizando a letra da lei. Os advogados do ex-presidente já informaram que irão recorrer da decisão junto ao STJ (Superior Tribunal de Justiça).
Voltando a esta quinta-feira, o TRF-4 considerou que já tinha julgado essa questão quando da manifestação de populares junto ao Ministério Público em 2016, que, na época, pediu arquivamento da questão. Ou seja, o Ministério Público Federal já tinha indicado que não tinha interesse de investigar o juiz Sérgio Moro, e, agora, o TRF-4 ratificou essa anuência. Aparentemente, a lei não vale para todos.